A Filosofia NÃO está morta

Este é um assunto que veio à tona logo após a publicação do livro The Grand Design (Gradiva) de Stephen Hawking e Leonard Mlodinow em 2010. No livro, Hawking sentencia que a filosofia ficou obsoleta, com a seguinte passagem:

The Grand DesignVivendo neste vasto mundo, que às vezes é amável e às vezes cruel, e contemplando a imensidão do firmamento em cima de nós, fazemos sempre um monte de perguntas. Como podemos compreender o mundo no qual vivemos? Como se comporta o universo? Qual é a natureza da realidade? De onde vem tudo o que nos rodeia? O Universo precisou mesmo de um Criador? A maioria de nós não passa a maior parte de seu tempo preocupando por essas questões, mas quase todos nos preocupamos por elas em algum instante de nossa vida.

Tradicionalmente, essas são questões para a filosofia, mas a filosofia morreu. A filosofia não se manteve a par dos desenvolvimentos modernos da ciência, em particular da física. Os cientistas converteram-se nos portadores da tocha da descoberta em nossa busca de conhecimentos”. Continuar lendo

Anúncios

Você é aquilo que consome! Cuide do Planeta!

Vc é aquilo que consomeHoje compartilho um assunto sobre um documentário que assisti na internet, cujo nome é HOME, para um trabalho no meu Mestrado. No final desde post eu coloco o link para àqueles que queiram assistir.

Ele trata da abordagem do aquecimento global, das mudanças climáticas e da evolução do homem e o impacto causado na Terra. É um tanto quanto desesperador, eu confesso. Porque o que parece é que não há mais saída, e que estamos todos arruinados. Mas ainda há esperanças, poucas, mas há… e para que isso aconteça, são necessárias mudanças! A partir de cada um de nós!

Se cada um tivesse consciência do impacto que tem causado ao Planeta, talvez muita coisa pudesse mudar. Se cada um tivesse noção que pertencemos a um sistema, cujo somos os responsáveis por ele, muita coisa pudesse mudar. Se todos soubessem do processo por trás de cada coisa que consumimos, muita coisa poderia mudar… E então, vamos mudar?

Continuar lendo