Wai Khru – O respeito tailandês para com os professores

Wai Khru

Mesa de oferendas para os Mestres/Professores

Hoje vou contar sobre uma tradição tailandesa que mais me encanta, e a que eu mais domino em questão de estudo filosófico acadêmico, o Wai Khru. Foi o interesse no Wai Khru que me conduziu a fazer um Mestrado em Filosofia e Religião, para entender o que essa tradição ancestral tailandesa representa.
Esse texto é baseado na minha tese de mestrado, mas que eu compartilho aqui a cunho de informação.

Num outro post (aqui) eu expliquei sobre a qualidade tailandesa de ser grato e demonstrar gratidão, chamada em tailandês kataññu-kataweti. O Wai Khru é baseado na mesma filosofia, mas direcionado especificamente aos professores, pois para um tailandês, depois dos pais, os professores são as pessoas mais importantes na vida de um indivíduo, e merecem ser prestigiados e respeitados em alto nível.

Para entender a essência do Wai Khru, vamos entender rapidamente o que o termo quer dizer:
Wai (ไหว้) é um verbo da língua tailandesa que significa “prestar respeito” ou “mostrar respeito”. Quando o verbo se torna uma ação, ele se transforma no gesto de unir as palmas das mãos em frente ao peito ou a face, e com um leve inclinar na cabeça, prestar saudação. Na cultura Thai o Wai é usado em várias ocasiões, mas não vou me aprofundar nisso agora para não fugir do tema.

Khru (ครู) significa ‘professor’, mas num sentido mais profundo e filosófico da palavra. Khru se origina da palavra Pali ‘garu’, que quer dizer “pais, educador, pesado, importante, venerável”. E também da palavra em Sânscrito, ‘guru’, já de mais familiaridade no Ocidente… mas que fique claro que não se remete ao sentido “místico” do termo, mas de um Mestre, àquele que é detentor do conhecimento ancestral.

 

Valendo 2

Wai Khru 2016

Unindo as palavras Wai + Khru, forma-se o termo Wai Khru, que traduzindo ao pé da letra quer dizer “prestar respeito ao professor”. Porém, considerando a qualidade tailandesa kataññu-kataweti que comentei anteriormente, a tradução mais apropriada do termo Wai Khru é “prestar profundo respeito aos professores”.

Falei dos termos, mas não falei do que se trata. O Wai Khru é popularmente conhecido na Tailândia por se tratar de uma cerimônia anual para prestar homenagem a todos os professores em geral. Mas o Wai Khru também pode ser um rito, realizado todos os dias ou antes da execução de uma atividade profissional, como forma de lembrar e agradecer aos professores que participaram na formação do indivíduo. Portanto, Wai Khru pode ser uma cerimônia anual, assim como um rito diário ou exponencial, quando o indivíduo reconhece a importância do professor em sua vida profissional.

Neste post, a cunho informativo, vou explicar sobre o Wai Khru anual, a cerimônia que reune todos os anos diversos profissionais, alunos, professores e comunidade interessada em prestar homenagem e agradecimento aos Mestres e Professores. Num outro momento, posso explicar sobre o Wai Khru realizado diariamente, como no caso dos profissionais de Thai Massagem, ou dos lutadores de Muay Thai que sempre antes de uma luta, executam o Wai Khru dentro do ringue.

O Wai Khru anual vai desde escola primária, até universidades… e principalmente campos da arte tradicional tailandesa, como no caso da Thai massagem, Muay Thai, Música e Dança tradicional, Astrologia e assim por diante. Ou seja, dentro de qualquer campo educacional, sempre haverá Wai Khru, pois não importa a área, o professor será sempre homenageado e lembrado com muito respeito.

As cerimônias de Wai Khru variam de acordo com o campo educacional, assim como de lugar para lugar. Uma cerimônia de Wai Khru nunca será igual a outra, todas elas seguem uma identidade e uma forma de condução específica. Isso acontece devido ao fato que em diferentes áreas de educação, existem diferentes mestres e professores a serem lembrados. Como uma grande família. Para entender a essência, é como por exemplo pensar na cerimônia de Natal no Brasil. Todas as famílias cristãs celebram o Natal com o mesmo propósito, celebrar o nascimento de Jesus Cristo, mas a forma a qual se reunam e celebram o Natal, varia de família para família. Umas preferem celebrar na noite do dia 24, outras no dia 25… Na Tailândia, num outro sentindo é claro, porque usei o exemplo do Natal apenas para exemplificar, todos os campos educacionais realizam a cerimônia da sua própria maneira, mas todas elas tem a mesma intenção: prestar respeito, homenagear e lembrar de todos os grandes Mestres e professores em vida e em memória, que contribuíram para que o conhecimento pudesse ser difundido, disseminado e transmitido.

 

Valendo

Wai Khru 2017 – Recebendo a benção do professor

Usando a Thai Massagem como exemplo, há diversos tipos de cerimônia de Wai Khru como eu disse. Portanto, usarei como base de explicação o Wai Khru que atendo todos os anos no Ministério Público da Saúde da Tailândia, em Bangkok. Nesta cerimônia, são homenageados os seguintes:
Os Três Pilares do Budismo (Buda, Dhamma e Sangha): não apenas pelo fato da maioria da população tailandesa ser Budista, porque antes do Budismo ser considerado religião, ele é uma filosofia. E Buda foi um grande mestre, professor, que trouxe e disseminou o conhecimento, incluindo a Medicina Tradicional, o qual a Thai massagem é considerada uma terapia da medicina tradicional tailandesa.
Os Oito Eremitas: relacionados ao ascetas independentes e sacerdotes Hindus, os originadores de algumas escrituras da Medicina Tradicional Tailandesa, como a escritura Taksila.
Reusi Daton: uma série de auto-alongamentos ou torções de corpo eremitas. Ao contrário do que muitos pensam, a Thai massagem não nasceu inspirada na Yoga da Índia, mas sim, fortemente influenciada pelo Reusi Daton.
Conhecimento Tradicional das Ervas Tailandesas: o que inclui medicamentos a base de plantas medicinais da Formula Benjakul (tradicional tailandesa). Sim! Os tailandeses respeitam o conhecimento puro e limpo e não apenas professores (em pessoa).
Os deuses de alto nível Hindu, Shiva e Brahma: não da forma como geralmente são interpretados no Ocidente. Os deuses aqui homenageados são considerados professores, pois acredita-se que eles foram os responsáveis por trazer a medicina para a Terra.
Dr. Jivaka Kummar Bhaccha: O grande Mestre da Medicina Tradicional Tailandesa, considerado o Pai da medicina Thai.
Atuais professores: Neste nível encontram-se em primeiro lugar os pais, considerados os primeiros professores, aqueles que ensinam sobre a vida, responsáveis por gerar, nutrir e educar os filhos. Depois os professores de nível primário, os que tem a tarefa árdua de ensinar as crianças. E finalmente os professores atuais e os em memórias (professores dos professores): àqueles que ensinaram ou estão ensinando a Thai massagem.

Optimized-SAM_0309

Com minha professora de Thai Massagem do Wat Po

Perceba que ao respeitar e/ou prestar homenagem aos atuais professores, o indivíduo se conecta com toda a “grande família” o qual ele, como estudante ou profissional de um área, está inserido. Os tailandeses, em geral, e digo em sua totalidade, tem total e profundo respeito a qualquer professor. Seja ele de qualquer campo ou área educacional. Pois sem professores, não poderiam existir profissionais, não existiriam médicos, juízes, advogados, engenheiros, e outros… não existira inclusive PROFESSORES!

Portanto, mais uma vez, a Tailândia deixa para a humanidade a sua lição! Seja grato e demonstre gratidão a todos os seus professores, incluindo seus Pais!
Obrigada Tailândia!

Sawasdee-Kaa
Barbara Santos


Texto por Barbara Santos, especialista em cultura e tradição tailandesa, professora de Massagem Tradicional Tailandesa, Mestre em Filosofia e Religião. Desde 2014 reside na Tailândia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s